sábado, 16 de julho de 2011

Rampa móvel

Um pequeno obstáculo para alguns...
A maior parte dos estabelecimentos comerciais que vejo pelas cidades tem apenas um degrau. Uma situação relativamente comum para qualquer pessoa, subir apenas um lance, mas muito difícil (quando não, impossível) para um cadeirante. Ou mesmo para uma mãe com um carrinho de bebê.
Esta situação pode ser resolvida com uma rampa móvel simples, feita de madeira ou metal, configurando-se numa possibilidade de atender melhor os clientes, e ainda ser identificado como socialmente responsável, que se preocupa com inclusão e está disposto a atender a todos.
...mas um grande problema para outros.
Um projeto de rampa móvel é relativamente simples, mas deve ser feito considerando a norma NBR 9050-2004, que delimita a inclinação máxima que a rampa deve ter para que um cadeirante possa subi-la sozinho e com segurança.
Mas às vezes não é possível seguir à risca a NBR, por problemas de espaço. Nestes casos, se for feita uma rampa que se encaixe com segurança sobre os degraus, mesmo não seguindo à risca a inclinação ideal, e desde que haja alguém que possa ajudar um cadeirante a subir, o problema também será resolvido.
Mas é necessário fazer um projeto para construir uma rampa móvel que dê segurança para quem for utilizar. Um projeto bem feito considera a altura e irregularidades do terreno, sugere o material mais adequado e determina a inclinação ideal de acordo com as características do imóvel, para garantir segurança e a leveza necessária em uma boa rampa móvel.

Um comentário:

  1. Olá, Gi!

    Amei a proposta de seu blog e principalmente porque sua luta é, sobretudo, por amor (lindo demais!).

    Acompanho sua história com a do Sam faz um tempinho e a cada pots dele aprendo muito sobre acessibilidade e superação... muito bom! E agora você também vai nos ensinar complementando o que o Sam escreve sob a ótica de um profissional da área de projetos... Muito legal isso! Como estudante da área, aparecerei por aqui sempre em busca de mais aprendizado e torcendo sempre por vcs dois!!!

    Um grande abraço pra vc e parabéns pelo belo trabalho!!!
    Simone Tavares.

    ResponderExcluir