quinta-feira, 9 de novembro de 2023

Rampa móvel está disponível para uso no Bairro Buritis


Após os primeiros testes da rampa móvel desenvolvida em parceria com a Metal Romana (www.metalromana.com.br) na Super Tintas, que ficava na Av. Mário Werneck, a aprovação foi imediata. Os proprietários e gerentes entenderam a importância de facilitar o acesso de pessoas em cadeira de rodas. Mas como a empresa estava de saída daquele ponto, fui em busca de outros locais.


Como já conheço a maioria dos estabelecimentos comerciais aqui do bairro Buritis que não tem acessibilidade, rodei por perto do Shopping Paragem, conversando com proprietários e gerentes sobre a utilização da rampa móvel para permitir o acesso de pessoas com mobilidade reduzida onde há apenas um degrau na entrada. O primeiro local que acolheu a rampa móvel e disponibilizou para que seus clientes com mobilidade reduzida pudessem utilizá-la foi a Outlet Lingerie, localizada na Av. Mário Werneck, 1371. Deixamos a nossa rampa padrão com as funcionárias da loja, e ela ficou disponível para uso tanto naquela loja quanto nas lojas vizinhas, pois são pelo menos cinco lojas que tem apenas um degrau na fachada por ali.


A rampa funcionou perfeitamente e pode ser guardada com facilidade em um cantinho da loja, pois ela não ocupa muito espaço. A rampa ficou lá até o mês de julho e pode ser solicitada por quem tivesse necessidade dela.

Ao final de julho, aproveitando o fim das férias escolares e o calor que fazia em Belo Horizonte, peguei meus filhos para tomar um sorvete na Sorveteria Sol e Neve do Bairro Buritis, que fica próxima à Outlet Lingerie. Eles contam com sistema Self Service, em que a pessoa escolhe os sabores e quantidade que quer, os complementos, e pesa tudo. Porém, assim como outros comércios na região, tem um degrau em sua entrada, o que impossibilita uma pessoa em cadeira de rodas entrar com autonomia. Qual seria a solução? Conversar com o proprietário, explicar que precisa de acessibilidade, que ele precisa contratar um arquiteto especializado para fazer um projeto, depois pedir autorização ao proprietário do imóvel, se não for ele, depois prefeitura, e então fazer uma obra que vai ocupar uns dois metros quadrados do seu estabelecimento e custar uma boa grana. Ou podemos sugerir que, enquanto não pode fazer isso tudo, utilize a rampa móvel para permitir o acesso de cadeirantes. Assim mostra preocupação com os clientes e percebe o quanto investir em acessibilidade aumenta seu público alvo.


Eu, enquanto cadeirante, prefiro usar esta alternativa do que ser carregado degrau acima correndo risco. Ou do que precisar que alguém escolha por mim. Enfim, está aí mais um exemplo da utilidade da rampa móvel. Conversei com a gerente da Sorveteria, e ela conversou com o proprietário que achou excelente a ideia e deixamos então a rampa sobre seus cuidados. Agora, nessa época de calor, quem tem mobilidade reduzida tem mais esta alternativa para conseguir se refrescar e ainda curtir bons momentos com boa acessibilidade e inclusão. Basta solicitar a rampa às funcionárias, que elas a colocam, e assim que a pessoa acaba de usar, elas colocam novamente para permitir a descida com segurança e tranquilidade. Não deixem de experimentar!



Rampa para ambiente interno

A Tina, de Santos, interior de São Paulo, me procurou para fazer uma rampa móvel para colocar dentro de casa, para que seu pai p...